Sobre cuidar de nós mesmos

Certa vez li uma frase do escritor Pedro Chagas Freitas, sobre cada um cuidar da sua vida. Era uma frase sensacional que, com certeza, deveria viralizar e alcançar todas as pessoas do mundo. Vá cuidar da sua vida, ele dizia. E, sabe, é exatamente isso: devemos apenas cuidar da nossa vida, sempre.
Quando cuidamos de nós mesmos temos tempo para planejar nossos sonhos e correr atrás das nossas metas, temos tempo para pensar em nossa vida e para ler o nosso livro favorito. Podemos trabalhar, estudar, malhar da forma como queremos. Porque nossa vida só diz respeito à nos mesmos e, no máximo, podemos compartilhar com quem amamos.

As janelas dos outros andares

Gosto de olhar as varandas dos prédios e imaginar a vida de quem vive ali. Se são felizes, se estão casados ou moram sozinhos, se os filhos já são crescidos ou se sequer querem ter filhos. O que assistem na tv, aonde trabalham, o que fazem durante as noites em que observo as luzes de suas janelas, geralmente parado no estacionamento do supermercado. Ou até mesmo quando visito alguém que possui outros apartamentos em suas vistas.
Como se a vida deles fosse algo mágico ou maravilhoso. Porém, sequer sei como seria uma vida mágica em São Paulo.
Imagino os arranha-céus e andares cada vez mais altos. Como o vento urra com a urgência de sua existência, onde as nuvens parecem querer invadir, com inveja de suas vidas andarilhas. Querem a segurança do que é certo, do conforto, de ter um lugar para voltar.
Quem não quer, afinal?

© Marcas Indeléveis - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png