Viral

Não é de hoje que a escrita é meu calmante, meu colírio, meu relaxante muscular. Minha droga, meu vício, minha terapia. Meu colo de mãe, meu abraço apertado nas noites frias, meu beijo apaixonado do amado ou meu reencontro com os amigos do passado. Não é de hoje.
Mas foi só ontem que percebi que a escrita contagia todos ao meu redor. Meus amigos, minha família, todos inalaram a poesia das palavras que um dia escrevi. Inebriados com a magia, percebi enfim, que a escrita também unia. Independente da cor, do sexo ou da etnia. As palavras não têm preconceito nem preceito. Só querem existir, livres por si só.
E como uma ponte, os versos uniram o que estava longe. E sabe do mais? Eu sequer sai do lugar...

Evento Livros em Pauta

Bom dia, leitores!

Ontem foi o evento Livros em Pauta e o lançamento das antologias literárias da Andross.

Livros em Pauta foi criado pelo escritor Edson Rossatto com o intuito de promover o encontro de escritores, editores, críticos literários e demais profissionais do livro com leitores e escritores amadores, para discussões sérias e também para bate-papos descontraídos por intermédio de atividades gratuitas, como mesas-redondas, palestras, sessões de autógrafos e lançamentos de livros.

Resenha - O rico, a velha e o vagabundo

Olá leitores!
Hoje a resenha é de um autor nacional, parceiro do Blog Marcas Indeléveis!

Autor: Leandro Dupré Cardoso

Editora: Clube de Autores

Sinopse: O que um surfista magnata, uma velha reclusa e um vagabundo de mão-cheia podem ter em comum? Talvez nada, talvez tudo. Mas, para Eduardo, essas três pessoas formarão a base da sua jornada de autoconhecimento que fará com que ele penda a cabeça para o lado e avance por esse novo ponto de visão.

"A vida á capaz de cegar a razão dos maiores sábios. No entanto, cabe a eles próprios decidirem se querem enxergar o céu ou não". (p. 94)
© Marcas Indeléveis - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png