Não somos...

As pessoas vêem a cor do seu cabelo, mas não sabem sobre seu passado.
As pessoas notam a cor dos seus olhos, mas não imaginam como foi seu dia.
As pessoas reparam nas suas roupas, mas não enxergam seu caráter.
As pessoas encaram seus sapatos, mas não entendem sua personalidade.
As pessoas te julgam pela cor da pele, pelo tom de voz do seu "bom dia", mas elas não sabem nada sobre você. Sobre sua essência. Sobre suas vitórias e derrotas.
Nem todos entendem suas diferenças, nem todos aceitam que suas qualidades não são as delas e seus defeitos não são os seus.
Somos humanos e não robôs. Temos um coração mortal que bombeia sangue e não um aglomerado inanimado de metais.
Não somos iguais. Não precisamos ser. Sequer deveríamos ser. E não estamos errados.


2 comentários:

  1. Hola: me gusta mucho. Es muy interesante. Seguimos en contacto.

    ResponderExcluir
  2. Não somos iguais. Não precisamos ser.
    Gostei muito desse texto, as pessoas julgam pelo momento, sem conhecer e sem saber o que está acontecendo, o pior que as pessoas saem de casa importando mais com que o outro, que nem conhece, vai pensar sobre si. Faça o que quiser, que gosta, o que o momento permitir, sem pensar no que os outros vão pensar e falar, não somos iguais e não devemos ser. Viva as diferenças! Ótimo texto!


    Obrigada pelo carinho, volte sepre! Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir

© Marcas Indeléveis - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png