Pegue leve

Decidi pegar mais leve comigo mesma e com a vida de uma forma geral. Tive tempo para pensar, acorrentada em mim mesma e aos meus pensamentos. A vida não é uma competição, uma disputa, tampouco uma guerra. Não precisamos ser melhores do que ninguém, muito menos provar nada a ninguém. E, para ser o melhor de nós mesmos, talvez devêssemos abrir mão das nossas próprias exigências.
Em qual parte do caminho passei a ser tão rígida comigo mesma? Ganhar é importante, mas, às vezes, podemos apenas estar na disputa. Longe de mim desencorajar alguém, até porque todos temos objetivos a cumprir. Refiro-me a olhar a vida com mais serenidade, afinal, as últimas cenas que recordaremos quando nosso tempo se extinguir desse mundo serão as que valeram à pena. As que nos fizeram sorrir e agradecer por estarmos vivos.
Devemos batalhar para colher nossos frutos de forma justa. Mas, às vezes, a alma leve compensa mais do que uma disputa acirrada com quem quer que seja. Nem sempre as horas extras compensam a companhia perdida dos filhos, aquela visita aos amigos, o jantar em família. As horas passam rápido e, quando percebemos, já perdemos metade do nosso dia, metade das nossas vidas. Podemos usar o tempo de forma sábia, a nosso favor e não contra. Sabermos onde estamos e aonde queremos chegar, sem deixarmos de viver no caminho até lá. Nossas lembranças talvez sejam a única posse que realmente teremos, para sempre. E não os bens materiais, o status, a popularidade ou a opinião dos demais.

Viva para você. Esqueça o vizinho, o sicrano ou a arqui-inimiga do colégio. Encontre um trabalho que goste, estude o que deseja e faça o seu melhor, que o reconhecimento virá, mesmo que leve tempo. Não se preocupe, afinal, quem faz os outros de escada para cima, dificilmente sairá impune do caminho. Se exercite por saúde, por hobby, mas não seja um escravo da beleza. Seja o seu melhor, na sua melhor essência, na sua melhor forma. Unicamente para você. E, se quer saber, nesse mundo de aparências, bom mesmo é poder ser lembrado pela sinceridade de seu sorriso...

5 comentários:

  1. Adorei o texto!

    Devo dizer que às vezes esqueço de pensar mais em mim e acabo correndo contra o tempo sem me pegar leve comigo mesmo, e seu texto me fez pensar nisso muito bem.

    Vou tentar ser mais calmo, relaxar, viver mais pra mim! Enfim, serei eu mesmo e tentarei não alimentar mais a minha autoimagem.

    Adorei o texto, viu?

    Bjs!

    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito de ler seus textos, eles sempre me deixam com uma sensação de paz e leveza. No meu caso, sou muito ansiosa e vivo sempre preocupada. Vi que precisava relaxar mais para poder viver melhor, para não encurtar o meu tempo de vida. O tempo é muito valioso e realmente devemos aproveitá-lo da melhor maneira possível, vivendo bons momentos. Resolvi que deveria pegar mais leve comigo mesma. Sim, também acredito que devemos viver para nós mesmos, os outros que vivam suas vidas, cada um buscando sua própria felicidade :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ai, gente! Como estou precisando disso. Sou constantemente cobrada por mim mesma, muito mais do que pelos outros, e não consigo simplesmente relaxar. Ainda mais agora em fase de #ProjetoCasa e #OperacaoCasamento. Help!!!!
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. às vezes a gente precisa de um certo desconto de nós mesmos.
    Adorei.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 3 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Adorei o texto, tem gente que vive para os outros, o que é terrível. Creio que não dá pra se desligar totalmente de influências exteriores, mas viver para si mesma é libertador.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir

© Marcas Indeléveis - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png