Crescendo

Meu despertador passou a tocar cada dia mais cedo. Meu tempo livre tornou-se escasso, meu lazer ficou apenas para os finais de semana. Os dias agora são longos e cansativos. Eu cresci. Me tornei adulta e não recebi um boas vindas sequer.
Deixei para trás os dias despreocupados, assumi novas responsabilidades e passei a arcar com as consequências dos meus atos.
Amadureci.
E meus amigos também. Vi cada um seguir seu caminho e senti medo. Porque as noitadas ficaram para trás. As bebedeiras. As noites em claro. O fervor da adolescência ficou esquecido numa esquina qualquer.  Não compartilhamos mais os copos, as risadas e os passos de dança. Minha turminha de balada se desfez. Alguns casaram, outros tiveram filhos, até eu já deixei a faculdade para trás.

O tempo veio e transformou tudo em saudade sem eu nem perceber. E que saudade do tempo em que o que mais importava era a roupa que eu usaria no final de semana...


Olá leitores!
Hoje também tenho uma ótima notícia para dar: uma crônica minha foi selecionada para ser publicada no livro Aquarela, da Editora Andross! Para quem não sabe, esse livro tem como objetivo divulgar as obras literárias de autores principiantes e será lançado em agosto. Será minha primeira publicação e estou muito feliz de ser reconhecida por algo que faço porque amo
E também gostaria de convidar todos a conhecerem o blog Fundo Falso, minha irmã e parceira de blog, onde contribuo com resenhas de livros: 
http://www.fundofalso.com/

7 comentários:

  1. Oi, Amanda!
    Fico feliz por mais essa conquista, e que venham muitas outras, ou quem sabe um livro todinho seu. Adorei o blog da sua irmã, bem organizado e bonito.
    E estou em choque com seu texto. Estou com medo de ser adulta, agora (risos).
    http://leituraassidua.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Amanda.

    Parabéns pela seleção da sua crônica,parabéns mesmo!!!

    Foi muito bom ter encontrado seu blog ao qual voltarei sempre!

    Também, estou lhe convidando para conhecer dois dos meus,no primeiro a temática é o amor.
    Amor que transcende,enaltece, valoriza e encanta a vida de cada um de nós.

    E no HUMOR EM TEXTOS, quem sabe rir um pouco, pois afinal ninguém é de ferro!

    Nesta sociedade de violências e agressividades explícitas e indesejáveis, o amor ainda encontra no coração daqueles que insistem na felicidade como objetivo,um lugar de extrema beleza e sensibilidade existencial e o humor uma boa razão para continuar a ser feliz.

    Confira: e ficaria honrado com sua presença e quem sabe seguir-me:

    FALANDO SÉRIO.
    http://ptamburro.blogspot.com.br/

    HUMOR EM TEXTOS
    http://paulotamburro.blogspot.com.br/


    Se quiser conhecer todos os meus blogs, basta clicar, no meu nome, neste comentário, lá em cima ao lado da chave que espero lhe abra todas as portas.

    Um abração carioca

    ResponderExcluir
  3. Que Legal! Fico contente por você!
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    procurandoamigosvirtuais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. AMANDA,

    agradeço mesmo, a sua presença e comentário no HUMOR EM TEXTOS e comunico que sou seu mais novo seguidor!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Amanda! Que venham mais e mais conquistas e muito sucesso pra você.
    Adorei o texto!
    Beijos,

    http://umlivronaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu bem sei como é esse sentimento de deixar a infância e a adolescência para trás. Mas, aos poucos a vida se ajeita. Ok, que não é a mesma coisa que se ver todos os dias na escola, mas vira e mexe acontece um encontrinho entre os bons, velhos e reais amigos.

    Sobre a crônica no livro, que fofura! Parabéns! :)
    Tenho certeza que este é o primeiro de muitos textos publicados no futuro!

    Um beijo,

    http://www.algumasobservacoes.com/
    http://teoriapraticaeaprendizado.blogspot.com.br/
    http://nossocdl.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oie amiga querida, tudo bem?
    Desculpa ter dado uma sumidinha, mas andei um pouco ausente pois estava bastante cansada de postar no blog (risos)
    Mas olha, eu li o seu texto e gostei bastante, até porque a gente realmente não vê o tempo passar e com isso a gente vai envelhecendo e não vemos as coisas acontecendo ao nosso redor. Nossa, a semana passa tão rápido, o mês passa rápido e já já fim do ano um NOVO ANO que depois pensamos que parece que foi ontem que foi a virada de 2014. Enfim...

    Acho que temos que aproveitar o nosso dia-a-dia da melhor maneira possivel, porque tem coisas que não voltam e que podemos até nos arrepender de não ter feito nesse tempo que ficamos parados.

    =]

    Se cuida amiga e fica com Deus
    Depois dá uma espiada na minha resenha de SUPER DESAPEGADA, porque é um livro ÓTIMO para ser lido em momentos assim descontraidos. Bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

© Marcas Indeléveis - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Andréa Bistafa.
http://i.imgur.com/wVdPkwY.png